Amor em 1503


Sentindo saudade de alguém, mas o problema é que ela ficou no passado, no passado há muitos anos. Na ano de 1503, estava chegando aqui no Brasil junto com um navio de escravos africanos. Vim escondido para o novo mundo a procura de um modo pra viver, procurando ouro e prata.
Quando cheguei aqui, levei 1 ano para atravessar esta terra de leste para oeste até achar um antigo templo, onde achei um velho livro no qual estava com um mapa. Mas logo uma mulher veio à procura deste livro, era uma índia muito bonita, longos cabelos negros que balançavam ao vento e grandes olhos brilhantes que olhavam fixamente aos meus.
Foi ai que nosso romance começou, olhei bem dentro dos seus lindos olhos castanhos e sua pele um pouco escura. Ela me contou sobre o que aquele livro significava para uma pequena população de Maias que ainda estavam vivos naquela época, ainda os conheci, era uma pequena população, no máximo 10 com homens mulheres e as 3 crianças que tinham.
Foi nesta época que decidi me tornar Maia e viver com ela até o resto da vida, era o meu verdadeiro amor.
Certo dia, tive que ir resolver uma coisa no futuro e quando eu voltei não encontrei ninguém vivo, nem mesmo os seus corpos, os Portugueses já haviam chegado e dizimado, ou quem sabe feito de escravo aquela pequena população que só me trazia alegria.
Hoje fico pensando que o amor, vem e que se um dia acabar teremos que aprender a viver sem ele, ou a saudade nos matará. Eu tenho uma grande saudade dela, mas não tanto para morrer de amor por quem não sei onde está!
Sgyna, se um dia você ler isso, saiba que te amo!

Fonte: http://goo.gl/6rcWj
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário